jusbrasil.com.br
15 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    Servidor do Banco Central é acusado de matar mendigos em Brasília

    Publicado por Folha Online
    há 10 anos

    Um funcionário do Banco Central confessou ter matado dois moradores de rua em Brasília, segundo a polícia. O crime ocorreu em 19 de janeiro na praça do Índio, local em que há 12 anos o pataxó Galdino Jesus dos Santos foi morto por adolescentes. A confissão, disse a polícia, foi feita anteontem.

    José Cândido do Amaral Filho tem dois filhos e uma enteada. Ficha limpa, salário de R$ 11 mil mensais, ele é aficionado por armas e assuntos militares.

    Possui brevê de piloto, emitido em 1983, e uma coleção de armas e munição que herdou de seu pai, que já foi campeão paulista de tiro.

    A polícia disse que ele confessou ter usado um revólver calibre 38 para disparar três tiros que mataram, acertando a cabeça, os dois homens,...

    Ver notícia na íntegra em Folha Online

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)